Morreu de confusão

     Salve, salve, galerinha que acompanha o Diário Virtual de Leitura!
    A postagem a seguir é carregada de muita diversão apesar do conteúdo. É o relato de uma carta que foi encontrada no bolso de um suicida, em Maceió. 
    Leia a seguinte carta:
 
"Ilmo. Sr. Delegado de Polícia: 

Não culpe ninguém pela minha morte. Deixei esta vida porque, um dia mais que eu vivesse, acabaria morrendo louco. Explico-lhe, Sr. Delegado: tive a desdita de casar-me com uma viúva, a qual tinha uma filha. Se eu soubesse disso, jamais teria me casado.

Meu pai, para maior desgraça, era viúvo, e quis a fatalidade que ele se enamorasse e casasse com a filha de minha mulher. Resultou daí que minha mulher tornou-se sogra de meu pai. Minha enteada ficou sendo minha mãe, e meu pai era, ao mesmo tempo, meu genro.
Após algum tempo, minha filha trouxe ao mundo um menino, que veio a ser meu irmão, porém neto de minha mulher, de maneira que fiquei sendo avô de meu irmão. Com o decorrer do tempo, minha mulher também deu à luz um menino que, como irmão de minha mãe, era cunhado de meu pai e tio de seu filho, passando minha mulher a ser nora de sua própria filha.

Eu, Sr. Delegado, fiquei sendo pai de minha mãe, tornando-me irmão de meu pai e de meus filhos, e minha mulher ficou sendo minha avó, já que é mãe de minha mãe. Assim, acabei sendo avô de mim mesmo. Portanto, Sr. Delegado, antes que a coisa se complique mais, resolvi desertar deste mundo.

Perdão, Sr. Delegado."
 
Fonte: http://mateusbrandodesouza.blogspot.com.br
 
Após a leitura atenta do texto, desvende o motivo de tamanha confusão. Não esqueça de registrar a resposta em seu comentário!

Comentários

  1. Muito interessante , o modelo desta carta ,e o jeito que o autor descreve ela ,como na propria carta fala um e pai , ao mesmo tempo e irmão ,filho, gero , etc.
    Ramon Pacifico
    Enfermagem 2

    ResponderExcluir
  2. Mais que confusão eu realmente ficaria louco se passasse por uma situação como essa, mais ficou muito interessante, seria cômico se não fosse trágico.
    ASS.: Anderson Gondim Ribeiro
    Curso: Informática III

    ResponderExcluir
  3. KKK. É ao mesmo tempo engraçado e preocupante. Esse estilo de vida deixaria qualquer um louco. Acho super errado alguém se envolver com pessoas da própria família.

    Maria Viviane Monteiro - informática III

    ResponderExcluir
  4. Essa história é muito confusa, um emaranhado de coisas e é uma mistura de famílias, sem sentido, mas não era motivo para ele tirar sua própria vida

    ResponderExcluir
  5. Muito bom, o texto é muito confuso mais a confusão que dar é muito engraçado. E apesar ainda tem gente que diz que tem mais problemas que isso.

    Informática III
    Marcos Antônio Filho

    ResponderExcluir
  6. kkkkkk....essa historia é muito engraçada,mim confundiu um pouco eu admito. e se não tivesse um fim tão trágico assim, poderia até virar um filme de comédia.


    Andreza do Nascimento
    Turismo III.

    ResponderExcluir
  7. Já tinha ouvido falar nessa história, realmente é uma comédia mas com um fim trágico. Acho ótimo quando o blog traz esse tipo de leitura para descontrair.

    Victor Tadeu
    Informática 2

    ResponderExcluir
  8. Muito interessante e engraçada esta história, fiquei um pouco confusa no final.Eu acho que o autor da carta acabou sendo tudo que uma família tem(genro, ci=unhado, etc.).
    Maiara Moura
    Informática II

    ResponderExcluir
  9. E um otimo texto,e ate mesmo engraçado adorei a historia.

    ResponderExcluir
  10. De todos os textos que eu li na minha vida esse foi o texto que mais me fez sorrir,parabens ao texto.

    ResponderExcluir
  11. Já li esses texyto muitas vezes e sempre me confudo com o que o suicida diz, mas a historia é muito legal.

    ResponderExcluir
  12. Já houvi uma história real idêntica a essa, não é fácil entender, mas na vida há coisas assim mesmo, que não se entende, só se vive.

    ResponderExcluir
  13. Uma história muito interessante e divertida,uma história de vida bem engraçada mas com um fim inesperado. Annyelton e Rômulo 2° ano de informática

    ResponderExcluir
  14. Muito legal esse história. Isso com certeza foi constrangedor pro pobre rapaz, entendi direitinho a história dele, tive que ler bem devagarzinho pra poder raciocinar... Mas isso não era um motivo para chegar ao suicídio, além do mais o que importa é ser feliz com a família que tem, não vi ninguém de má personalidade, então pra quê suicídio? '-'

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O CARNAVAL DE ONTEM E HOJE

As tão sonhadas férias chegaram e...

Vamos travar a língua?