Poesia pra alma

     

     Saudações, turm@ que acompanha o blog Diário Virtual de Leitura!
    A postagem que abre o mês de outubro é muito significativa para o nosso espaço virtual porque trata-se de uma produção literária de muita importância por ser fruto do trabalho de um professor de Língua Portuguesa e incentivador incansável da leitura, estamos falando do professor Ciro Zulu Oliveira ou Ciro Oliveira Ferreira, cidadão de Jaguaruana-Ce, cidade vizinha a nossa Aracati. 
    Recentemente, o professor Ciro publicou seu segundo livro intitulado  "Poesia pra Alma", que marca a sua estreia como poeta, apresentando seu jeito de sentir, pensar e ironizar a poesia. Sua primeira produção "Pequeno Baú de Memórias", publicado em 2015, é uma coletânea de crônicas que une duas paixões do escritor: a terra natal e o próprio gênero crônica.
    O poema "Sufoquei" a seguir faz parte do livro "Poesia pra alma", publicado em julho deste ano pela editora Hbm, com 46 poemas divididos em três capítulos ou seções. O eu-lírico como se de um fôlego só registra o sentimento impiedoso de se acovardar diante daquilo que o faz sofre, sangrar. 
     Apreciemos, com muita alegria, o poema do professor, poeta e pesquisador Ciro Zulu, que marca o início do mês de outubro que homenageia dos professores de nosso país. 

Sufoquei

Quis falar.
Não pude.
Não pude ou não quis?
Não sei.
Aliás, eu sei.
Calei. Acovardei-me.
Sufoquei tentando matar
O que queria ser dito.
Não matei.
Fracassei.
Aquilo que eu não disse
Grita e sangra em mim.
E, assim, sou eu que
Morro aos poucos. 

Ciro Zulu 

Comentários

  1. Parabéns Ciro Zulu, eu adorei seu poema,espero ver mais de seus poemas aqui no blogue um abraço 💗

    Hospedagem 2

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Adorei o poema é como se de certa forma ele estivesse falando um pouco sobre mim, uma confusão de ideias dentro mas que as vezes o melhor é se calar. Parabéns pelo poema Zuza Ciro👏❤.
    Hospedagem 2

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pelo ótimo poema, eu gostei bastante. É muito bom ler coisas, que a gente consiga se identificar, eu particularmente me identifiquei com o poema, um jeito meio confuso, mas que conseguimos entender perfeitamente. Muito bom!!!

    ResponderExcluir

  5. Parabéns zulu o poema é incrível, me descreve muito no meu dia a dia, todas coisas que quero falar e não consigo me expressar❤
    Hospedagem 2

    ResponderExcluir
  6. Zulu 😻😻
    Seu poema tá muito bom, gostei muito, me identifiquei bastante. Parabéns ❤❤
    Hospedagem2

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Gostaria de parabenizar o professor Zulu pelo o ótimo poema. Adorei e me indentiquei bastante por ser de certa forma um desabafo sobre seus sentimentos.
    Hospedagem 2

    ResponderExcluir
  9. O poema é bastante atrativo, pois é de acordo com o nosso cotidiano. Nós jovens vivemos muito confuso, incerto das coisas e o poema traz essa incapacidade de fazer algo.
    Parabéns ao professor Ciro Zulu, belo poema!

    Hospedagem 2

    ResponderExcluir
  10. Calei. Acovardei-me.
    Sufoquei tentando matar
    O que queria ser dito.
    Não matei.
    Fracassei.
    Parabéns Professor Ciro Zulu Oliveira lindo Poema.
    Fabrício - Hospedagem 2

    ResponderExcluir
  11. - Incrível a forma a qual o autor se entrega ao poema, e o mais incrível é que ele está bem perto de nós. Um grande poeta, e acredito, um grande homem.
    - Têmily Aires
    - Hospedagem 2

    ResponderExcluir
  12. Incrível o poema , nos jovens se identificar bastante, espero mais poema seu no blog.
    _ Denis Ferreira
    _ hospedagem 2

    ResponderExcluir
  13. Que poema e que autor! O poema resume um pouco minha vida: não sei! Sei sim, mas não sei o que eu sei de verdade!
    Me alegro muito de saber que exite um escritor de tal porte pertinho de mim! Obrigado Diário Virtual de Leitura, por ter me apresentado um escritor esplendido, que é esse Ciro Zulu!

    ResponderExcluir
  14. Gostaria de iniciar esse comentário Parabenizando ao poeta Zuza Ciro pelo lindo poema que nos relata seus sentimentos ...
    Ana Clara - Hospedagem 2

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O CARNAVAL DE ONTEM E HOJE

As tão sonhadas férias chegaram e...

Vamos travar a língua?