30 de setembro de 2014

06 técnicas de leitura para o Enem

     Saudações leitoras, turm@ que acompanha o blog Diário Virtual de Leitura!
    O Exame Nacional do Ensino Médio se aproxima e mais uma vez contamos com nossos parceiros que possibilitam postagens mais que ultra, mega, power interessantes e úteis, estamos falando do site InfoEnem, que publicou em seu espaço 06 técnicas de leituras para o dia do Enem e como o que é bom e importante é para se compartilhar resolvemos publicar aqui também em nosso espaço virtual.


1) Leia a questão antes do enunciado
Ao ler um texto, já sabendo qual a informação que deseja encontrar, você conseguirá ler mais rápido as partes que não fazem tanta importância para responder a questão, e com mais atenção o trecho que contém a informação desejada.

2) Leia mentalmente
É claro que, por ser um vestibular, você não poderá ler em voz alta. Entretanto, muitas pessoas têm o costume de ler baixinho ou mexendo a boca como se imitasse a fala. Essa ação retarda a leitura, já que seu cérebro precisa processar a informação e distribui-la aos músculos responsáveis pela fala.

3) Use a caneta para acompanhar a leitura
Ao fazer isso, você evita perder em qual ponto parou a leitura ou se confundir com as linhas, economizando tempo em caso de algum tipo de distração, como o aviso de tempo restante pelo fiscal ou algum barulho na sala.

4) Não se aproxime muito da folha
Evite ficar com os olhos muito próximos da folha. Mantenha uma boa postura na cadeira e leia de longe. Isso irá aumentar o seu campo de visão. Caso tenha alguma deficiência visual, como miopia ou astigmatismo, não se esqueça de usar óculos adequados na prova. Se ainda não tem ou está com grau defasado, aproveite essas últimas semanas para procurar um médico e corrigir isso.

5) Não se mexa muito
Não mexa muito a cabeça ou os olhos para acompanhar a leitura. Ao fazer isso por horas, pode te causar enjoo, tontura ou embaraço da vista, o que, além de atrapalhar a leitura, pode comprometer todo seu desempenho na prova.

6) Não leia sem entender
De nada adianta as dicas acima se você ler mais rápido do que é capaz de interpretar. Se isso acontecer, você acabará tendo que ler uma segunda vez, o que fará perder ainda mais tempo. Por isso, treine essas técnicas ao estudar e fazer questões, para que, no dia do exame, você saiba qual o seu tempo ideal de leitura.



     Após a leitura, se você quiser mais dicas acesse o site InfoEnem e saiba  tudo de mais atualizado sobre o Enem e principais vestibulares do país. Lembrando que NADA substitui a leitura tanto na prova do Enem como na vida.
     Boa leitur@, utilizando as técnicas é claro, para tod@s!

22 de setembro de 2014

A primavera chegou!

      Saudações primaveris, turm@ que acompanha e interage no blog Diário Virtual de Leitura!
     A estação mais florida do ano começa hoje e para celebrá-la compartilhamos nesse espaço virtual um texto da autoria de Cecília Meireles que reflete muito bem esta época do ano.Não esqueça de ler mais sobre a autora acessando o link da indicação de nossa fonte.


 Cecília Meireles

      A primavera chegará, mesmo que ninguém mais saiba seu nome, nem acredite no calendário, nem possua jardim para recebê-la. A inclinação do sol vai marcando outras sombras; e os habitantes da mata, essas criaturas naturais que ainda circulam pelo ar e pelo chão, começam a preparar sua vida para a primavera que chega.
        Finos clarins que não ouvimos devem soar por dentro da terra, nesse mundo confidencial das raízes, — e arautos sutis acordarão as cores e os perfumes e a alegria de nascer, no espírito das flores.
       Há bosques de rododendros que eram verdes e já estão todos cor-de-rosa, como os palácios de Jeipur. Vozes novas de passarinhos começam a ensaiar as árias tradicionais de sua nação. Pequenas borboletas brancas e amarelas apressam-se pelos ares, — e certamente conversam: mas tão baixinho que não se entende.
     Oh! Primaveras distantes, depois do branco e deserto inverno, quando as amendoeiras inauguram suas flores, alegremente, e todos os olhos procuram pelo céu o primeiro raio de sol.
      Esta é uma primavera diferente, com as matas intactas, as árvores cobertas de folhas, — e só os poetas, entre os humanos, sabem que uma Deusa chega, coroada de flores, com vestidos bordados de flores, com os braços carregados de flores, e vem dançar neste mundo cálido, de incessante luz.
     Mas é certo que a primavera chega. É certo que a vida não se esquece, e a terra maternalmente se enfeita para as festas da sua perpetuação.
    Algum dia, talvez, nada mais vai ser assim. Algum dia, talvez, os homens terão a primavera que desejarem, no momento que quiserem, independentes deste ritmo, desta ordem, deste movimento do céu. E os pássaros serão outros, com outros cantos e outros hábitos, — e os ouvidos que por acaso os ouvirem não terão nada mais com tudo aquilo que, outrora se entendeu e amou.
     Enquanto há primavera, esta primavera natural, prestemos atenção ao sussurro dos passarinhos novos, que dão beijinhos para o ar azul. Escutemos estas vozes que andam nas árvores, caminhemos por estas estradas que ainda conservam seus sentimentos antigos: lentamente estão sendo tecidos os manacás roxos e brancos; e a eufórbia se vai tornando pulquérrima, em cada coroa vermelha que desdobra. Os casulos brancos das gardênias ainda estão sendo enrolados em redor do perfume. E flores agrestes acordam com suas roupas de chita multicor.
   Tudo isto para brilhar um instante, apenas, para ser lançado ao vento, — por fidelidade à obscura semente, ao que vem, na rotação da eternidade. Saudemos a primavera, dona da vida — e efêmera.

Fonte: http://www.releituras.com/cmeireles_primavera.asp

14 de setembro de 2014

     
    Saudações poéticas, turm@ que acompanha o blog Diário Virtual de Leitura!
   Temos a honra de postar mais um texto fruto de nossos colaboradores, pessoas querid@s de nosso espaço virtual. O texto de que estamos falando é uma maravilhosa contribuição de Ícaro Machado, ex-aluno da EEEP de Aracati, universitário e desbravador  do mundo poético e das artes, além de amante das letras. Ícaro é autor de textos singelos e cheios de reflexão que podem ser lidos não só aqui no blog, mas em sua página do facebook intitulada "Do quintal pra lá".
   O texto "Fim de Namoro descreve"  escolhido para a nossa postagem retrata com propriedade as sensações de um eu-lírico refletindo sobre seus relacionamentos, as  idas e as vindas de amores, as experiências do ser que ama. 
     Confira a seguir e não deixe de comentar suas impressões a respeito do texto.

FIM DE NAMORO

O amor nos consome
Ele nos quebra

Destraça
E nos reconstrói a cada novo amor

Ama-se
Odeia-se

Destrói-se
Daí:

Ama-se de novo
Novo

Amor novo
Novinho em folha

Nem parece mais aquele destroço todo que dias atrás foi, era,
foi-se...

O amor é o vício mais louco e dopante
que eu ainda não pude conhecer

Mas, que já me assusta
Só de pensar que um dia serei eu

a estar por ele,
a mercê.

Que triste,
amor meu.

Que ainda nem conheço,
mas que sei que me fará sofrer.


Ícaro Machado

4 de setembro de 2014

Dia da Amazônia

      Saudações ambientais, tum@ que acompanha o blog Diário Virtual de Leitura!
     Você já parou para pensar que todo dia é dia de comemorar alguma coisa? Pois bem, há dia para tudo e nós que fazemos o blog não poderíamos deixar de registrar uma data muito importante dentre as já registradas aqui: 05 de setembro- Dia da Amazônia. 
     A data  foi escolhida, pois em 1850  D.Pedro I criou a província do Amazonas. Vale destacar que nenhuma data é criada apenas para constar no calendário, e com o Dia da Amazônia não é diferente, por isso a data é voltada para a conscientização da população sobre a importância da floresta amazônica para o meio ambiente. 
     Além da riqueza de vida vegetal e animal, a Amazônia é rica em diversos recursos naturais e toda esta riqueza e beleza devem ser preservadas para as futuras gerações por isso a exploração dos recursos da Amazônia deve ser feita de forma sustentável, ou seja, sem agredir a natureza. 
   A Amazônia é considerada a maior floresta tropical do mundo com imensa biodiversidade, logo merece um dia em sua homenagem.Comemoremos também esse dia com atitudes que reforcem nossa consciência ambiental!


Seguidores