23 de março de 2014

Le Petit Prince: 70 anos de emoção e de ensinamentos

 
      Saudações leitoras, queridos seguidores do blog Diário Virtual de Leitura!
     A indicação de leitura de hoje retorna a uma conhecida obra já citada aqui em nosso espaço virtual, estamos falando do livro O Pequeno Príncipe de Saint-Exupéry. A obra segue uma das mais populares do mundo, mesmo 70 anos após seu lançamento em 1943, aqui no Brasil em 1945.
     Definida pelo filósofo alemão Martin Heidegger como uma das maiores obras existencialistas do século 20, O Pequeno Príncipe é um dos livros mais traduzidos do mundo, mas não há consenso sobre o número exato: no site oficial da obra, Le Petit Prince, fala-se em 257 idiomas e dialetos, e há edições no Camboja e no Japão, por exemplo. No país nipônico, o sucesso foi tanto que há um museu dedicado ao Pequeno Príncipe na cidade de Hakone.
      Desde a publicação, a trama já foi contada em diversas plataformas, como na série de desenho animado As Aventuras do Pequeno Príncipe, lançada no final da década de 1970. Mais recentemente, o livro inspirou uma animação computadorizada homônima, exibida no Brasil pelo canal de TV por assinatura Discovery Kids, e uma série em quadrinhos publicada pela Editora Amarilys.Clique o link https://www.youtube.com/watch?v=GfOIj36_y2Aassista ao vídeo da célebre cena do Príncipe e a raposa em umas versões do cinema do livro.
     Exupéry, assim como um dos personagens do livro, também foi piloto. No final da década de 1920, o francês, que ficou conhecido como "o poeta da aviação", foi designado para trabalhar em Buenos Aires e chegou a pousar algumas vezes no Brasil.
     Enquadrado pelo site Publish News na categoria infanto-juvenil (categorização questionada por alguns críticos literários), foi o segundo livro mais vendido em fevereiro de 2013 e o quinto no segmento em todo o ano de 2012, segundo o ranking. Desde 2002, quando a editora Agir foi incorporada pela Ediouro, o livro vende uma média de 300 mil exemplares por ano, e está na 48ª edição no País.
      Se você já leu a obra, relembre conosco algumas frases destaque. Se não, empolgue-se para conhecer o maravilhoso  e  o envolvente planeta do Pequeno príncipe.

      "Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas".
       "Os olhos são cegos. É preciso buscar com o coração".

       "O essencial é invisível aos olhos".

      "Se tu vens, por exemplo, às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz. Quanto mais a hora for chegando, mais eu me sentirei feliz. Às quatro horas, então, estarei inquieta e agitada: descobrirei o preço da felicidade! Mas se tu vens a qualquer momento, nunca saberei a hora de preparar o coração... É preciso ritos".
     Esperamos que tenham gostado da indicação e desejamos a todos uma boa leitur@!

5 comentários:

  1. Obra maravilhosa que vem encantando gerações e formando laços por onde passa . Parabéns pela homenagem Diário Virtual !

    ResponderExcluir
  2. "Mas, se tu me cativas, teremos necessidade um do outro. Serás para mim único no mundo. E eu serei para ti única no mundo..."

    Muita perfeição em um só livro. Adorei a homenagem, parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Homenagem digna a este livro que há setenta anos nos encanta.

    ResponderExcluir
  4. Maravilhoso saber que este livro está fazendo 70 anos, fazendo parte da vida de vários crianças e adolescentes e até mesmo em algumas estantes de leitoras para lembrança de uma infantil, isso que o livro acaba virando, um pedaço da nossa paixão literária de criança

    ResponderExcluir

A menina de Goiás

       Saudações literárias, turm@ que acompanha o blog Diário Virtual de Leitura!       Após um período de ócio produtivo, o bl...