Curiosidades Literárias II

       
       Saudações leitoras, turm@ que acompanha o blog Diário Virtual de Leitura!
      Há algumas semanas postamos aqui no nosso espaço virtual curiosidades literárias  e prometemos em alguns dias continuarmos a lista de peculiaridades dos mestres da literatura nacional. Como promessa é dívida, e nós do blog não queremos receber nenhuma cobrança, muito menos juros pelo não pagamento, resolvemos na postagem de hoje pagarmos nossa dívida!
     Vamos as curiosidades literárias parte II? 


# Graciliano Ramos era ateu convicto, mas tinha uma Bíblia na cabeceira só para apreciar os ensinamentos e os elementos de retórica.
# Guimarães Rosa, médico recém-formado, trabalhou em lugarejos que não constavam no mapa. Cavalgava a noite inteira para atender a pacientes que viviam em longínquas fazendas. As consultas eram pagas com bolo, pudim, galinha e ovos. Sentia-se culpado quando os pacientes morriam. Acabou abandonando a profissão. "Não tinha vocação. Quase desmaiava ao ver sangue", conta Agnes, a filha mais nova.
# Jorge Amado para autorizar a adaptação de Gabriela para a tevê, impôs que o papel principal fosse dado a Sônia Braga. "Por quê?", perguntavam os jornalistas, Jorge respondeu: "O motivo é simples: nós somos amantes." Ficou todo mundo de boca aberta. O clima ficou mais pesado quando Sônia apareceu. Mas ele se levantou e, muito formal disse: "Muito prazer, encantado." Era piada. Os dois nem se conheciam até então. 
# José Lins do Rego era fanático por futebol. Foi diretor do Flamengo, do Rio, e chegou a chefiar a delegação brasileira no Campeonato Sul-Americano, em 1953.
# Machado de Assis era míope, gago e sofria de epilepsia. Enquanto escrevia Memórias Póstumas de Brás Cubas, foi acometido por uma de suas piores crises intestinais, com complicações para sua frágil visão. Os médicos recomendaram três meses de descanso em Nova Friburgo. Sem poder ler nem redigir, ditou grande parte do romance para a esposa, Carolina (Carolina Augusta Xavier de Novaes).
# Manuel Bandeira sempre se gabou de um encontro com Machado de Assis, aos dez anos, numa viagem de trem. Puxou conversa: "O senhor gosta de Camões?" Bandeira recitou uma oitava de Os Lusíadas que o mestre não lembrava. Na velhice, confessou: era mentira. Tinha inventado a história para impressionar os amigos.

Interessante, não é mesmo??

Fonte: https://www.facebook.com/pages/Eu-amo-leitura

Comentários

  1. Achei muito interessante as curiosidades de Machado de Assis e Jorge Amado. Muito legal !!!

    ResponderExcluir
  2. Machado de Assis, maior nome da literatura nacional ! Ótimo escritor :)

    ResponderExcluir
  3. amo as novelas de Jorge Amado , simplismente maravilhosas . Aline Rodrigues enfermagem 1

    ResponderExcluir
  4. Machado de Assis , homem de muitas idéias . Adoro!!
    Comércio I

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O CARNAVAL DE ONTEM E HOJE

As tão sonhadas férias chegaram e...

Vamos travar a língua?