As férias de Savana

     Olá, turminha que acompanhao o blog Diário Virtual de Leitura e adora aventuras!
    A postagem de hoje fica por conta de nossa colaboradora Mariza Batista, aluna do 2º ano do Curso de Informática da EEE Elsa Mª. P. C. Lima.
   O texto narra as aventuras de Savana, personagem que foge o padrão esperado de protagonista das narrativas de ação e aventura.  Além disso, a produção também relaciona a trama de outra obra da literatura mundial A volta ao mundo em 80 dias. Pra saber mais sobre esta obra acesse: http://pt.wikipedia.org/wiki/A_Volta_ao_Mundo_em_80_Dias
    Então, leiamos esta produção repleta de intertextualidade a aventura, além é claro, da marca registrada de Mariza, muito humor.


http://mapa-mundi.com/aereasemilhas/volta+ao+mundo/215/


As férias de Savana

Em um bosque lá vivia uma família, a família de Savana. Savana era muito sonhadora, seus pais trabalhavam no rebanho longe do bosque.
Sua mãe, Jane, sai para trabalhar ainda madrugada junto com seu pai, Jorge. Usavam uma carroça velha até a fazenda Currais Novos.
Certa noite Savana teve um sonho muito estranho em um lugar muito, muito frio com abaixo de 0°c e pensou como seria? Uma geleira, um iceberg, muita neve, ventos forte? E voltou a dormir.
 Amanheceu e Savana foi procurar entender sobre o que tinha sonhado.
- Acho que vou à curandeira que mora na cidade daqui a duas léguas.
Savana segue sua viagem em sua nuvem voadora, chegando lá percebe que muitos também procuravam a sábia senhora e entra na fica já quilométrica o que a fez ficar 4h de espera. Após esta espera, escuta chamar seu nome:
- Senhorita Savana, ficha 101.
- Sim, estou aqui.
- Entre, por favor!
- Sente-se
Savana entrou, sentou-se contou o seu sonho.
- Pois bem, vou começar pelas cartas, vejo um problema: você não pode ir ao lugar tão, tão, tão distante e tão, tão tão frio. Mas aguarde um minutinho só que agora vou consultar os búzios.
Savana aguarda e “truco”, “truco”, “truco”, caíram na mesa os búzios repletos de flores pretas.
Após a consulta com a sábia senhora, Savana retorna ao seu lar e chegando em casa conta tudo para sua mãe. As duas pensavam como solucionar aquele mistério onírico, quando surgiu a ideia de ir consultar os astros com o senhor.
Savana sai correndo desesperada, sem freio a quase 120 km por hora para casa do senhor Herculano. Chegando lá foi a primeira a ser consultada.
- Entre, por favor! O que deseja?- atendeu o bom senhor.
- Eu tive um sonho que estava no topo do monte Everest, só que a curandeira disse que não posso ir até lá, por quê? – interroga Savana.
Neste momento, o senhor concentra-se e pede concentração.
- Vou consultar os astros. Aaduumm, aaaumm!
E de súbito levanta-se e diz:
- Já sei porque não pode ir. Você é uma cobra e não pode viajar logo para o Monte Everest.
- Savana chorou tanto que inundou toda a cidade.
- Não chore, tenho uma ideia!  Eu e meus donos do banco de Londres podemos lhe ajudar, promoveremos uma aposta muito louca que terá que dá a volta ao mundo em 80 dias
Neste momento, Savana enche- se de esperanças e responde de imediato:
- Tô dentro, muito obrigada!
Mas o velho sábio orienta a eufórica cobra.
- A aposta só começara quando você chegar em Londres na frente do banco do tio Patinhas, quando o relógio tocar meio-dia e de lá você pegará o primeiro trem da estação londrina para seguir viagem.
E em uma passe de mágica, Savana desaparece num simples tchau, teletransportada para Londres.
Nossa personagem já estava sentada no trem quando a locomotiva se desgovernou como o filme “O trem desgovernado” e daí entrou em ação como Rambo  com a força do Huck e pulou do trem. Neste momento, a cobra Savana segurou a locomotiva que foi arrastada durante duzentas léguas de distância.
 Depois de mais de duas horas de luta contra o trem, parou na Índia onde conheceu Michelângelo e Donatello do grupo de justiceiros chamados Tartaruga Ninja.
Agora Savana e seus novos amigos encontravam-se na mata.  Durante dois meses, uma semana e três dias seguiram viagem em cima de três elefantes roubados de parque florestal.
Já cansados da viagem se sem perspectivas de direção alguma se depararam com uma multidão de canibais que carregavam um cadáver e uma linda mulher amarrada em uma camisa de força.
Michelângelo ao ver os longos cabelos da moça ficou apaixonado e juntos planejaram um resgate infalível.
Esconderam-se em meio a mata virgem e no momento do planejamento estratégico, viram um corpo em chamas passar entre uma multidão de homens armados que atiravam tá, tá, tá.
Os justiceiros ninjas e a cobra Savana estavam em pleno conflito na Síria envolvidos entre balas perdidas e o sequestro da jornalista indiana, que reivindicava direitos de imprensa em seu país.
Os bandidos e sequestradores levaram todos até um barco ancorado no cais, que por ironia do destino se chamava Titanic.
A viagem marítima levou nossos heróis a São Francisco e  lá conheceram  Blad, o caçador de vampiros.
 Lutaram com os melhores vampiros de toda a galáxia, foi uma luta brutal capaz de durar dez dias, com direito a muita destruição e violência, sempre regados a pizza.
Após o fight, as tartarugas e a cobra pegaram um iate até o Japão onde encontraram os cavalheiros do zodíaco.
Neste momento da aventura, os heróis estavam descansando há três dias quando receberam o sinal de alerta geral. Era o furacão Catrina que levou todos até a China percorrendo o globo terrestre até Londres.
 Esperados com muita música e alegria na Casa Verde, os jovens aventureiros foram recebidos por cerca de trinta pessoas.
Todos pareciam felizes pelo regresso, mas a diversão na piscina ainda possibilitou um ato heroico da cobra Savana, que salva um cãozinho indefeso foram na piscina.
À noite, prontos para dormir, nossos heróis muito exaustos e ansiosos pelo regresso ao lar ainda se depararam com o criminoso mais famoso de todos os tempos, o banqueiro Carlinhos Cachoeira. Savana sem pensar, reage com muito reflexo e com um golpe de jiu-jitsu, mantem detido o meliante e num passe de mágica, nossa heroína retorna a sua casa completando assim a volta ao mundo em 80 dias fazendo muitas amizades e vivenciando muitas aventuras.

Mariza Batista, aluna do 2º ano do curso de Informática da EEEP Elsa Maria Porto Costa Lima.

Comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Texto muito legal repleto heróis de desenhos animados e caracterizando muito bem cada lugar de passagem. Parabéns Mariza continue assim e será uma boa escritora no futuro.

    Informática III
    Marcos Antônio Filho

    ResponderExcluir
  3. que texto legal! gostei muito!!!
    Parabéns Mariza que você continue sempre assim... que concerteza teras um futuro brilhante...

    Mércia Maria
    Turismo III

    ResponderExcluir
  4. Muito legal o texto, muitos heróis dos animes e criatividade com a história para os pesonagens.


    Nairton sabino informática 3

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pelo texto Mariza.
    O texto retrata fala sobre vários lugares do mundo de uma forma divertida. Daria para ser utilizado em uma aula de geografia.
    Muito Bem

    ResponderExcluir
  6. O texto é muito interessante, diferente, alegre, onde podemos conhecer diferentes lugares somente com a leitura...
    Roberta Barbosa
    Segurança do Trabalho 3° ano

    ResponderExcluir
  7. O seu texto está muito criativo Mariza, parabéns.
    Criativo e repleto de humor.

    ResponderExcluir
  8. Mariza, eu adorei o seu texto, é muito engraçado essa história da cobrinha Savana...
    PArabéns
    Marilia Lima
    Segurança do Trabalho 3° ano

    ResponderExcluir
  9. Parabéns pelo texto,muito criativo e com muito humor onde retrata vários lugares do mundo ,mais uma vez lhe dou os parabéns e continue assim.

    Maria luana moura da silva
    Enfermagem II

    ResponderExcluir
  10. Parabéns. E o diario virtual de leitura foi um projeto realizado que dar pra ver o quanto as pessoas se importam e se empenham por isso criam textos e etc..parabéns.

    Lidenize Costa
    Enfermagem 2

    ResponderExcluir
  11. _Mais uma vez o blog vem com um texto da Mariza, como sempre bem divertido e bacana de ler. Parabens.!

    ResponderExcluir
  12. Parabéns Mariza, pelo divertido texto cheios de personagens e lugares, muito interessante.
    Elder Sales
    Seg. do Trabalho

    ResponderExcluir
  13. Muito criativo o texto, Mariza sempre escrevendo textos cada vez melhores. Parabéns Mariza e continue sempre assim.

    Victor Tadeu
    Informática 2

    ResponderExcluir
  14. Um exelente texo sem dúvidas parabéns para a autora que ela possa continuar nos mostrando esse exelentes produções textuais.

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O CARNAVAL DE ONTEM E HOJE

As tão sonhadas férias chegaram e...

Vamos travar a língua?