31 de dezembro de 2013

"Adeus Ano Velho, Feliz Ano Novo!"

Em 2013, muitas leituras foram compartilhadas e inúmeros comentários foram postados neste espaço de incentivo a leitura e a escrita: o blog Diário Virtual de Leitura, por isso dedicamos a tod@s os amigos seguidores a postagem de hoje como desejo de muito mais leituras em 2014, além de vínculos de amizade virtual muito mais produtiva e duradoura.
Esta é um singela homenagem do blog Diário Virtual de Leitura 
a tod@s os seus amigos seguidores para o ano de 2014. 
Feliz Ano Novo!

29 de dezembro de 2013

Em contagem regressiva

      Salve, salve, turm@ que acompanha o blog Diário Virtual de Leitura!
     Estamos em contagem regressiva para a chegada do ano de 2014, então propomos uma pausa para a reflexão nesses últimos dias. Deixe em seu comentário a sugestão de faxina que será feita por você ainda em 2013 para que o ano vindouro seja muito melhor.
     Boa reflexão a tod@s!

24 de dezembro de 2013

Feliz Natal!

Obrigada amigo seguidor por sempre visitar e comentar no blog Diário Virtual de Leitura 
e desta forma confiar em nosso projeto 
de incentivo a leitura e a escrita.
Que neste Natal se refaça toda a Esperança de um dia melhor 
e que a luz do Espírito Santo invada nossos corações.
São os desejos do blog Diário Virtual de Leitura 
a tod@s os seus amigos, seguidores, parceiros e visitantes.
Feliz Natal!

22 de dezembro de 2013

A grande noite se aproxima. Prepare-se!

     Saudações natalinas, turma que acompanha o blog Diário Virtual de Leitura!
   A noite de natal se aproxima e o blog não perde tempo em registrar em seu espaço essa data tão significativa para a humanidade. 
   O texto de nossa postagem de hoje é um crônica reflexiva de Carlos Heitor Cony publicada no jornal Folha de São Paulo no ano de 1996, no entanto com uma mensagem super atual e necessária.
     Vamos então refletir juntos e prepararmos para a grande noite? Leiamos o texto!

No meio do silêncio

Há muito que o Natal deixou de ser uma festa religiosa. No seu aspecto positivo, virou festa de congraçamento, sobretudo no seio da família, e a data em que todos voltam a comer juntos, ao menos um peru e uma rabanada. No aspecto negativo, e o grande festim do consumo, presidido por esse chato e mercadológico “Bom Velhinho”, que seria tolerável num filme de Frank Capra.
É uma pena. Porque o Natal, mesmo sem qualquer conotação religiosa, sem qualquer compromisso confessional, lembra uma antiga e inarredável aspiração humana: a de um Deus entre nós, com a nossa carne. E passa despercebida a beleza daquilo que Renan considerou “o mais belo drama pastoril da humanidade”.
Independentemente do dogma e da fé, e comovente aquela historia daquela judiazinha de 15 anos que aceitou sem espanto o anúncio do anjo de que geraria um Deus. Daquele carpinteiro que de repente, sem aviso prévio, foi comunicado de que sua mulher geraria um Deus – e se tornou guardião da mulher e do menino.
E os pastores que velavam na imensa noite do deserto viram falanges de anjos dando gloria a Deus nas alturas e receberam o convite para ir ver o menino. E foram. O evangelista usa o verbo exato: “transeamus”, vamos ate Belém. Não adianta receber a mensagem e continuar na mesma. Ir é preciso.
E tudo se passou no meio de um grande silencio “dum medium silentium”. Somente no silencio ha espaço e tempo para ouvir a mensagem, para realizar o transito em direção ao novo, ao que acaba de ser revelado.
E é nesse silêncio que curto o meu natal. Natal ainda pagão, mas com pena de continuar pagão no meio de tanta luz que inundou a Lagoa. Espero a noite ir alta, quando todos estão dormindo profundamente.
 


18 de dezembro de 2013

O Vampiro de Curitiba e sua bicicleta envenenada

      Saudações leitoras, turm@ que acompanha o blog Diário Virtual de Leitura!
     A postagem de hoje registra uma narrativa curta do escritor curitibano Dalton Trevisan, conhecido como o Vampiro de Curitiba. 
     Os textos de Trevisan tomaram maior destaque no cenário literário brasileiro no início do século XXI, especialmente por tratar de assuntos de maneira mais objetiva e sempre inspirado nos habitantes da cidade, criou personagens e situações de significado universal, em que as tramas psicológicas e os costumes são recriados por meio de uma linguagem concisa e popular, que valoriza os incidentes do cotidiano sofrido e angustiante

O ciclista


    Curvado no guidão lá vai ele numa chispa. Na esquina dá com o sinal vermelho e não se perturba – levanta vôo bem na cara do guarda crucificado. No labirinto urbano persegue a morte como trim-trim da campainha: entrega sem derreter sorvete a domicílio.
    É sua lâmpada de Aladino a bicicleta e, ao sentar-se no selim, liberta o gênio acorrentado ao pedal. Indefeso homem, frágil máquina, arremete impávido colosso, desvia de fininho o poste e o caminhão; o ciclista por muito favor derrubou o boné.
    Atropela gentilmente e, vespa furiosa que morde, ei-lo defunto ao perder o ferrão. Guerreiros inimigos trituram com chio de pneus o seu diáfono esqueleto. Se não se estrebucha ali mesmo, bate o pó da roupa e – uma perna mais curta – foge por entre nuvens, a bicicleta no ombro.
     Opõe o peito magro ao para-choque do ônibus. Salta a poça d´água no asfalto. Nem só corpo, touro e toureiro, golpeia ferido o ar nos cornos do guidão.
     Ao fim do dia, José guarda no canto da casa o pássaro de viagem. Enfrenta o sono trim-trim a pé e, na primeira esquina, avança pelo céu na contramão, trim-trim.
                                                                                               (Dalton Trevisan)
Fonte: http://varaldeleitura.blogspot.com.br/2013/07/contos-de-dalton-trevisan.html 

15 de dezembro de 2013

Nelson Madela - 1918 - 2013


Homenagem do blog Diário Virtual de Leitura 
ao ex-presidente sul-africano e 
líder da luta pela igualdade:  
Nelson Mandela

13 de dezembro de 2013

A menina dança. E você?

      Saudações musicais, turm@ que acompanha o blog Diário Virtual de Leitura!
    A postagem de hoje vem diretamente do túnel do tempo musical: a releitura de uma música de 1972 composta por Luiz Galvão (letra) e Moraes Moreira (música) especialmente para Baby Consuelo cantar. Embora seja uma canção típica de MPB, possui um belo trabalho de guitarra elétrica por Pepeu Gomes, a música intitulada A menina dança foi a sétima canção gravada pelos Novos Baianos no álbum Acabou Chorare.
    O vídeo a seguir registra a letra da música, no entanto nos apresenta uma releitura da composição visto que é tema de novela da Rede Globo. Por isso lançamos o seguinte desafio a nossos seguidores: que tal pensar e registrar o porquê do título da música? Quem é essa menina? Que dança? Faça você mesmo algumas perguntas e não deixe de comentar suas impressões a respeito desta composição musical tão significativa para a MPB.

 

9 de dezembro de 2013

Uma resposta para a pergunta de Mafalda

     Saudações reflexivas, turm@ que acompanha o blog Diário Virtual de Leitura!
    A postagem de hoje conta com participação de Mafalda, personagem criada em 1962 pelo cartunista argentino Quino. Ela é uma garotinha de seis anos de idade, que odeia sopa (chegando até a dizer que os problemas do mundo são culpa da mesma) e ama Beatles e o desenho Pica-Pau. Aparentemente, ela não difere em nada de uma menina típica de sua idade. 
    Mas Mafalda possui uma visão aguçada do mundo, e vive fazendo questões sobre assuntos como humanidade e paz mundial. Veja a seguir mais uma tirinha da pequena notável e deixe em seu comentário a resposta a seu questionamento.



8 de dezembro de 2013

Qual a sua personalidade? Faça o teste e descubra

      Salve, salve, turma que acompanha o blog Diário Virtual de Leitura!
     A semana já inicia com uma pergunta bem intrigante: qual a sua personalidade? Mas a resposta não vem assim a seco, publicamos um teste simples que o ajudará a encontrar a resposta rapidinho.  Vamos a ele!
     Olhe para as árvores acima numeradas e escolha imediatamente a que mais é atraente para você. Não pense sobre isso por muito tempo, é só escolher e descobrir o que sua escolha diz sobre sua personalidade.  
       Não se esqueça de deixar seus resultados em forma de comentário
       Os resultados:
1. Você é uma pessoa generosa e moral (não confundir com moralização). Você sempre trabalha o autoaperfeiçoamento. Você é muito ambicioso e tem padrões muito elevados. As pessoas podem pensar que a comunicação com você é difícil, mas para você, não é fácil de ser quem você é. Você trabalha muito duro, mas não é egoísta. Você trabalha porque quer melhorar o mundo. Tem uma grande capacidade de amar as pessoas até eles te machucarem. Mas, mesmo assim você continua amando.
2. Você é uma pessoa honesta e divertida. Você é muito responsável e gosta de cuidar dos outros, porque se preocupa com eles e aceita muitas responsabilidades relacionadas ao trabalho. Você tem uma personalidade muito boa e as pessoas confiam em você facilmente. Você é brilhante, inteligente e de pensamento rápido. Sempre tem uma história interessante para contar.
3. Você é uma pessoa inteligente e atenciosa. É um grande pensador. Seus pensamentos e suas ideias são muito importantes para você. Você gosta de pensar sobre suas teorias e pontos de vista só. É introvertido, se dá bem com quem gosta de pensar e aprender. Você gasta muito tempo pensando sobre a moralidade. Você está tentando fazer o que é certo, mesmo que a maioria da sociedade não concorda com você.
4. Você é uma pessoa perspicaz e filosófica. É intuitivo e um pouco peculiar. É muitas vezes incompreendido, e isso te machuca. Você precisa de espaço pessoal. Sua criatividade precisa ser desenvolvida, você busca o respeito dos outros. É uma pessoa que vê claramente os lados claro e escuro da vida. Você é muito emocional.
5. Você é autoconfiante e responsável. Você é muito independente. Seu princípio orientador na vida é: “eu vou fazer do meu jeito”. Você é muito autoconfiante e sabe como ficar forte para si e para as pessoas que você ama. Sabe exatamente o que quer e não tem medo de perseguir seus sonhos. A única coisa que demanda de pessoas é a honestidade. Você é forte o suficiente para aceitar a verdade.
6. Você é gentil e sensível. As pessoas se relacionam muito bem com você. Tem muitos amigos e adora ajudá-los. Tem uma aura quente e brilhante que faz as pessoas se sentir bem quando estão ao seu redor. Todos os dias, você pensa sobre o que você pode fazer para melhorar a si mesmo.
7. Você é feliz e sereno. Também é uma pessoa muito sensível e compreensiva. É um grande ouvinte e não faz julgamentos. Acredita que todo mundo tem seu próprio caminho na vida. Você está aberto a novas pessoas e eventos. É altamente resistente ao estresse e raramente se preocupa. Normalmente, é muito relaxada. Você sempre consegue dirigir seu tempo e nunca perde o seu caminho.
8. Você é charmoso e energético. É uma pessoa divertida, sabe fazer as pessoas rirem. Vive em um estado de harmonia com o universo. É espontâneo e entusiasta. Você nunca diz não para uma aventura. Muitas vezes, você surpreendente e até mesmo choca as pessoas com sua espontaneidade. Mas isso é apenas como você é. Sempre permanece fiel a si mesmo, sempre busca aprender mais sobre alguma coisa que de interesse e não descansa até adquirir o conhecimento profundo e necessário de determinada área ou assunto.
9. Você é otimista. Acredita que a vida é um presente e tenta aproveitar o máximo possível dela. Você é muito orgulhoso de suas realizações. Gosta de conviver com as pessoas que se preocupam com o todo. Você tem uma abordagem muito saudável para a vida. É transparente como o vidro. Usa qualquer oportunidade para perdoar, aprender e crescer, porque você acredita que a vida é muito curta para fazer o contrário.

A menina de Goiás

       Saudações literárias, turm@ que acompanha o blog Diário Virtual de Leitura!       Após um período de ócio produtivo, o bl...