30 de julho de 2012

Despedida das férias

     Saudações, turma que acompanha o blog Diário Virtual de Leitura!
    A postagem de hoje registra o vídeo da música Aquarela de Toquinho, lembrando infelizmente a tod@s que as férias já estão terminando e a rotina escolar logo, logo estará iniciando.
   A música foi retratada em uma  animação singela e meiga. A produção registra sonhos, desejos e planos de um eu-lírico extremamente sonhador e consciente de seu papel no mundo.
   Acompanhe o vídeo e não esqueça de registrar algum momento maravilhoso ou fantástico de suas férias.

 fonte: http://www.youtube.com/watch?v=-Gsdp2zSCjY

Saiba mais sobre Toquinho acessando o link do site oficial do músico: http://www.toquinho.com.br/

28 de julho de 2012

Morreu de confusão

     Salve, salve, galerinha que acompanha o Diário Virtual de Leitura!
    A postagem a seguir é carregada de muita diversão apesar do conteúdo. É o relato de uma carta que foi encontrada no bolso de um suicida, em Maceió. 
    Leia a seguinte carta:
 
"Ilmo. Sr. Delegado de Polícia: 

Não culpe ninguém pela minha morte. Deixei esta vida porque, um dia mais que eu vivesse, acabaria morrendo louco. Explico-lhe, Sr. Delegado: tive a desdita de casar-me com uma viúva, a qual tinha uma filha. Se eu soubesse disso, jamais teria me casado.

Meu pai, para maior desgraça, era viúvo, e quis a fatalidade que ele se enamorasse e casasse com a filha de minha mulher. Resultou daí que minha mulher tornou-se sogra de meu pai. Minha enteada ficou sendo minha mãe, e meu pai era, ao mesmo tempo, meu genro.
Após algum tempo, minha filha trouxe ao mundo um menino, que veio a ser meu irmão, porém neto de minha mulher, de maneira que fiquei sendo avô de meu irmão. Com o decorrer do tempo, minha mulher também deu à luz um menino que, como irmão de minha mãe, era cunhado de meu pai e tio de seu filho, passando minha mulher a ser nora de sua própria filha.

Eu, Sr. Delegado, fiquei sendo pai de minha mãe, tornando-me irmão de meu pai e de meus filhos, e minha mulher ficou sendo minha avó, já que é mãe de minha mãe. Assim, acabei sendo avô de mim mesmo. Portanto, Sr. Delegado, antes que a coisa se complique mais, resolvi desertar deste mundo.

Perdão, Sr. Delegado."
 
Fonte: http://mateusbrandodesouza.blogspot.com.br
 
Após a leitura atenta do texto, desvende o motivo de tamanha confusão. Não esqueça de registrar a resposta em seu comentário!

27 de julho de 2012

UMA ÁRVORE MUITO ESPECIAL!

Olá galerinha, nós do Diário Virtual de Leitura já estamos nos preparando para o retorno as aulas. E é nesse clima de despedida das férias que deixamos essa refexão. Esperamos que todos curtam.

26 de julho de 2012

A toalha

     Saudações turminha, que segue o blog Diário Virtual de Leitura!
    Nossa postagem de hoje vem repleta de aventura. Recebemos este texto no início das férias e agora temos a honra de postá-lo. 
    O texto é intitulado A toalha, da aluna Mariza Batista do 2° ano do curso de Informática.Mariza já é colaboradora do blog faz tempo.
    Reflitamos então a respeito do texto e postemos nossas impressões de leitura.

A Toalha
http://www.serendipidade.com/tag/comunicacao/page/3/


Como viver sem uma tolha?
Ela te seca e enxuga as lágrimas.
Deixa tudo bem sequinho como a seca do sertão.
Embala-te o corpo, viaja na escuridão.
Mora no seu apê, mas não sabe valer.

Como viver sem uma tolha
Vai na mochila para onde vais: Marte ou  Plutão.
Às vezes, simplesmente acaba rasgada no chão.
Onde encontrar?
Na varanda da vizinha que acabou de roubar.

Como viver sem uma tolha?
Tão preciosa que não pode trocar.
Guardada dentro do caixão
ao lado de um lampião
Com sete velas na mão.

Como viver sem uma tolha?
Passada de geração em geração
O mesmo cuidado se vai
às viagens para Passárgada
Esqueceram-lhe no porão.

Como viver sem uma tolha?
Às vezes me pareço como uma toalha
Dura ou esquecida, porém com sabedoria
Estou sempre ali a viajar
Dentro do banheiro até você procurar.

Mariza Batista, aluna do 2º ano do curso de Informáticada EEEP Elsa Maria Porto Costa Lima.

22 de julho de 2012

Pausa para reflexão

     Saudações a tod@s que seguem o blog Diário Virtual de Leitura!
    O momento de férias também é um período para a prática da reflexão, por isso para iniciar a semana o post de hoje revela-nos o texto de Thiago José Barros de Carvalho, que também já foi publicado anteriormente em um blog chamado Viva a Língua Portuguesa, em 2007.
    Independente da época em que foi publicado, o texto literário apresenta um caráter atemporal o que possibilita várias leituras e sentidos. 
    Você, leitor, perceberá a intertextualidade do texto, através do recurso da paródia, com a oração do Pai Nosso.

Oração à Natureza
http://aldaalvesbarbosa.com

Natureza nossa que estais no mundo!
Santificadas sejam vossas árvores
Venha a nós o vosso ar
Não seja feito o desmatamento
Assim na Amazônia como em outro lugar
O ar limpo de cada dia nos dai hoje.
Perdoai nossa poluição
Assim como nós perdoamos todas as vossas fúrias.
Não nos deixei fazer a destruição.
Fazei com que
Todos os dias sejam lindos
Amém!

Fonte: http://vivaalinguaportuguesa.blogspot.com.br

20 de julho de 2012

20 de Julho - Dia do Amigo

http://www.orkugifs.com/recado.php?titulo=feliz+dia+do+amigo!&gif=238     

Homenagem do Diário Virtual de Leitura a tod@s os seus amig@s.

16 de julho de 2012

Ninguém pode escapar

    Saudações,  galerinha, que durante as férias curte o blog Diário Virtual de Leitura!
    A postagem de hoje é uma contribuição de uma conhecida nossa, estamos falando de Flor do Sertão, que nos enviou este texto para reforçar as ideias já expostas de escritors sobre o sentimento mais versado e comentado pelos homens: o amor.
   Reflitamos então o texto e não esqueçamos de também contribuir com comentários pertinentes.


Ninguém pode escapar
http://sandracajado.com.br/2011/04/28/nuvens-de-algodao
É desejo de quase todo ser humano passar a vida com a pessoa esperada como alguns gostam de falar com sua alma gêmea, é um sonho ansiado pelos amantes verdadeiros.
A conquista do companheiro ou parceiro na trilha da vida possibilita o crescimento de um sentimento poderoso e tende a se mostrar a todo custo, muitas pessoas tentam abafá-lo, mas ele só se cala por um tempo e logo depois explode mais forte.
Se for correspondido, o sentimento pode ocasionar muita alegria. Se não, resulta em lágrimas de dor: é o amor. Ninguém escapa dele!
É muito triste amar e não ser amado. O amor não correspondido derruba qualquer um, no entanto, isso não é motivo para nascer rancor e ódio no coraçãozinho apaixonado, pelo contrário, se o amor for de verdade ele vai querer ver o amado ou amada feliz independente de ser com ele ou ela, “... pois o amor tudo sofre, tudo espera, tudo suporta...”

Flor do Sertão

 

13 de julho de 2012

Hoje é dia de rock bebê!

       Saudações musicais, turminha que segue o blog Diário Virtual de Leitura!
     A postagem de hoje registra o Dia Mundial do Rock. Se você quer saber mais clique no link a seguir http://pt.wikipedia.org/wiki/Dia_mundial_do_rock,  e descubra o porquê desta data. 
      Ah!Não esqueça de registrar alguma influência, banda ou música de sua preferência que de uma forma ou de outra traz referências deste ritmo musical que contagia o planeta.


Homenagem do Diário Virtual de Leitura aos roqueiros de plantão.

10 de julho de 2012

10 DE JULHO: DIA DA PIZZA


  Saudações gastronômicas a tod@s! Hoje é o Dia da Pizza, essa delícia é quase uma unanimidade nacional 
      Diz a história que a primeira pizza apareceu há mais de 6 mil anos e era apenas uma fina camada de massa conhecida como “pão de Abrahão”, que os hebreus e egípcios consumiam. Ela se parecia com nosso pão sírio atual e também era chamada de “piscea”, daí o nome pizza .
Os italianos, milhares de anos depois, incrementaram a pizza com o tomate, e ela era consumida dobrada ao meio como se fosse um sanduíche. Sua disseminação aconteceu durante a segunda metade do século XIX, em 1889, com dom Raffaele Espósito, um padeiro napolitano que servia o rei Umberto I e a rainha Margherita e, para agradar e inovar o cardápio, resolveu adicionar à massa, mussarela, tomate e manjericão, ingredientes que reproduziam as cores da bandeira italiana. E, em homenagem à rainha, ele batizou sua receita com o nome de pizza Margherita.
Na seqüência, padeiros mais criativos começaram a inovar e colocaram na pizza outros ingredientes, como o alho, o alicce e peixes da região.
A fama de Nápoles correu o mundo e, assim, surgiu a primeira pizzaria: a Port'Alba. Ela era um grande ponto de encontro de artistas da época. Entre eles, estava Alexandre Dumas, que até mesmo citou em uma de suas obras algumas variações da pizza. Por muito tempo, ela era vendida em padarias e barracas de rua e consumida no café da manhã. De Nápoles para o resto do mundo foi “um pulo”, pois os imigrantes a levaram para vários países e a popularizaram.
Ela chegou aos EUA, assim como ao Brasil, por intermédio dos imigrantes italianos. Por muito tempo, só se encontravam pizzarias nos redutos e colônias italianas. Hoje, essa famosa delícia está em qualquer lugar das cidades.
O Dia da Pizza é comemorado em 10 de julho, desde 1985, em São Paulo. A data foi instituída pelo então secretário de turismo, Caio Luís de Carvalho, por ocasião de um concurso estadual que elegeria as 10 melhores receitas de mussarela e margherita. Empolgado com o sucesso do evento, ele escolheu a data de seu encerramento, 10 de julho, como data oficial de comemoração da redonda. Fonte:http://www.velhosamigos.com.br

8 de julho de 2012

O que o espelho reflete?

            Saudações dominicais, turma que segue o blog Diário Virtual de Leitura!
            Hoje, nós propomos um desafio: que tal fazer a leitura destas imagens abaixo?

Imagem 01:
Imagem 02: 
Imagem 03:

         Após a leitura bem detalhada destas imagens, segundo a sua percepção, traduza em palavras o pensamento que cada imagem acima passa para o mundo. 

6 de julho de 2012

Amor Inesperado

     Saudações esperadas, turminha que segue o blog Diário Virtual de Leitura!
     Mesmo estando de férias, aliás diga-se de passagem período propício para o assunto,  sabe-se que o amor está sempre no ar, por isso o texto de hoje é mais uma contribuição de Mariza, aluna do 2º ano de Informática da EEEP Elsa Maria Porto Costa Lima.
   O poema tem como título O amor inesperado e retrata muito bem situações e lugares inesperados em que se pode encontrar o amor.
    Leiamos o texto e, em seguida, registremos nossas impressões. Que outros lugares inesperados podemos encontrar o amor? Que sensações o amor pode nos proporcionar?

O amor inesperado

Escondido atrás das moitas
No luar das madrugadas
Na escuridão do entardecer
Sobre a fumaça do cachimbo do Saci-Pererê
Algo nasce de um momento inesperado.

Fico enlouquecendo à noite inteira
Invisto nas desculpas esfarrapadas
Escondido quem sabe atrás do lixão
Algo nasce de um momento inesperado.

O que será que vai sair desse tudo
Uma vitamina ou uma loucura
Não sei ou sei lá!
Não posso parar porque mora ao meu lado
O amor inesperado.

Mariza Batista, aluna do 2º ano do curso de Informática da EEEP  Elsa Maria Porto Costa Lima

 

4 de julho de 2012

Ler devia ser proibido

     Olá, a tod@s que seguem o blog Diário Virtual de Leitura netse período de férias!
    A postagem de hoje é fruto de nossos passeios pela internet. Nós, que fazemos o blog, confessamos que sempre no surpreendemos com os mecanismos e instrumentos que a web nos proporciona. 
    Então o post de hoje está aliado a uma campanha de incentivo à leitura idealizada e produzida por alunos do 2ºano do curso de Publicidade e Propaganda da Universidade Salvador através da adaptação do texto de Guiomar de Grammont.
    Intitulada Ler devia ser proibido a propaganda sugere várias reflexões através do uso da figura de linguagem ironia. Assistamos então o vídeo.

Fonte:http://www.youtube.com/watch?v=iRDoRN8wJ_w

Após assistir o vídeo, relate suas impressões a partir do jogo de contrários que o texto publicitário produz. O que você acha do texto? Você concorda ou discorda? O que mais lhe chamou atenção? Registre seus comentários, deixe livre sua opinião.

2 de julho de 2012

As tão sonhadas férias chegaram e...

http://shulym.blogspot.com.br/2012/01/ferias.html
      Saudações de descanso a tod@s que seguem o blog Diário Virtual de Leitura!
     Nas últimas aulas de Língua Portuguesa,  a aluna Leise Rodrigues produziu um texto alusivo a este momento tão esperado por todos: as férias. Na produção, a aluna registra os bons momentos vividos por sua turma, a galerinha do 2° ano de Informática da EEEP Elsa Maria P. C. Lima, associados à conquista de mais um semestre letivo cheio de aprendizagens, alegrias, trabalhos, entre outros elementos necessários e típicos da rotina escolar.
    Sem mais delongas, apreciemos, então, o texto intitulado 06 meses

O tempo é um relógio e as horas andam sobre ele.
E nós, desligados, esquecemos de percebê-las.
Não sei se vocês já se deram conta, mas o arco-íris já sorriu.
O sol já conversou com todos nós.
As chuvas já molharam nossos rostos.
As canetas já cansaram de escrever.
Os cadernos estão recheados de palavras e números.
Em alguns momentos, a verdade é uma ferida, a mentira cobre a alegria, mas uma enchente de fogo queima esses papeis desagradáveis.
Galera, já se passarm 06 meses!
Nós chegamos a metade da montanha.
Agora faltam mais 06 meses para chegarmos no topo e obtermos a tão sonhada VITÓRIA.


Seguidores